Assumir nossas raízes e agir no coletivo – Fórum do amanhã

O Fórum do amanhã aconteceu em novembro de 2016, em Tiradentes-MG para reunir lideranças de diferentes áreas e origens para dialogar sobre valores de superação para o Brasil. Também estiveram presentes no evento: acadêmicos, cientistas políticos, empreendedores, jovens, estudantes, intelectuais e pensadores de todas as partes do país.

A diversidade foi uma das grandes riquezas desse fórum, como pensar um Brasil digno de ser sonhado sem inclusão das diferenças? Sem respeito ao próximo? Sem pensar nas nossas raízes? Sem olhar para o distanciamento que criamos entre as culturas que se divergem até dentro de uma casa? Sem demonstrar a importância dos índios e africanos na nossa história? Sem vivenciar a integração da natureza como parte de nós? Sem sentir amor?

Tivemos a honra de participar desse momento e contar em uma palestra inspiradora como temos mobilizado pessoas para fortalecer o contexto de sustentabilidade no estado de Pernambuco. Compartilhamos nossa trajetória, insights e conhecimento e inspiramos mais pessoas a agirem com o valor da sustentabilidade, com ética, respeito à diversidade e ao meio ambiente, assumindo nossa responsabilidade diante as problemáticas da vida de uma forma proativa e protagonista criando nossas próprias oportunidades.

Demonstramos qual é o significado de sustentabilidade pra gente, acreditamos que é um estilo de vida que buscamos causar um impacto cada vez menor no mundo através de mudança de comportamento e mindset. Sempre disposto a usufruir dos recursos naturais de tal forma que garanta que as gerações futuras também possam fazer uso dos mesmos. Atuando em rede e pensando no coletivo.

Ao longo do evento tiveram papos inspiradores e um deles foi sobre inovação na educação. Como sair do quadrado e pensar novas formas de estimar o pensamento crítico e o aprendizado? Diante o grande dilema apresentando onde temos escolas do século IXX, professores do século XX e alunos do século XXI? Qual é o modelo de escola ideal para o século XXI?  A equação não bate e dessa forma o Brasil tem ficado para atrás na evolução educacional. Esse é um tema interessante porque é através da educação que grandes mudanças serão capazes de acontecer na sociedade atual.

Em outro momento tivemos algumas narrativas sobre economia colaborativa, economia compartilhada, economia criativa, economia verde, economia solidária e novos modelos desruptivos que tem deixado o velho para trás criando novas experiências e oportunidades de negócios horizontalmente na sociedade. Discutimos sobre a nova forma de organização do trabalho e da vida e algo diferenciado que vimos acontecer nesse fórum foi que todos os pensamentos colocados na roda de diálogo foram anotados e devidamente registrados para servir de base para os próximos encontros. Leia um resumo d2017-03-04o fórum feito por Eduardo Rombaue (clicando aqui).

Em suma, diante todo o aprendizado, o que fica é um desejo de fazer parte da mudança, não agindo pontualmente mas agindo coletivamente. Para as mudanças que queremos ver, se tornarem reais precisamos despender energia focada em construir algo maior, juntos. E quando digo juntos, é junto mesmo! Lado a lado, sem deixar guerreiros pelo caminho. Por mais árduo que pareça ser, precisamos avançar e valorizar nossas diferenças e as múltiplas sabedorias tendo um entendimento que somos todos um e somos interdependentes e integrados agindo na resolução de problemas locais e globais.

#mindset #crença#valores #diversidade #etica #clarezadeproposito #makers #action#sustentabilidade #lideranca #redecolaborativa #forumdoamanha #tiradentes

Por Ítalo Leal – Palestrante e participante do Fórum do amanhã – Publicado em 04/03/2017

fórum do amanhã

entry was tagged %2$s. Bookmark the permalink.', 'zerif-lite' ); } else { $meta_text = __( 'Bookmark the permalink.', 'zerif-lite' ); } } else { // But this blog has loads of categories so we should probably display them here if ( '' != $tag_list ) { $meta_text = __( 'This entry was posted in %1$s and tagged %2$s. Bookmark the permalink.', 'zerif-lite' ); } else { $meta_text = __( 'This entry was posted in %1$s. Bookmark the permalink.', 'zerif-lite' ); } } // end check for categories on this blog printf( $meta_text, $category_list, $tag_list, get_permalink() ); ?>

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *